fbpx

Portal Methodus

Fidelizando seu Cliente: Como Evitar Problemas Básicos na Moto

problemas na moto

Fidelizando seu Cliente: Como Evitar Problemas Básicos na Moto

A revisão frequente da moto é fundamental para evitar grandes despesas de manutenção para seu cliente, e uma excelente oportunidade de fidelização.

problemas na moto

A manutenção preventiva deve ser vista como um investimento na fidelização de seu cliente, pois demonstra sua preocupação em evitar que ele fique sem moto nas horas em que mais precisa.

Muitos donos de motos cometem erros banais todos os dias que acabam por gerar problemas em médio prazo ou longo prazo.

Imagine criar um banner para sua loja ou oficina sugerindo esses cuidados básicos, ou até mesmo criando um sistema de revisão gratuita e agendada. Com certeza alguma troca necessária ou preventiva irá gerar receita de serviços e peças.

Enquanto a moto é verificada, ele terá tempo para olhar acessórios, capacetes, roupas e outros itens que entrarão em sua lista de futuras compras.

Procure criar um ambiente confortável, organizado e agradável para que ele aproveite sem pressa o tempo de espera. Café, água e banheiros limpos e uma boa conversa, são mínimas atenções que seus clientes merecem.

A seguir, confira sugestões de itens para verificação rápida!

Atenção ao Nível de Óleo

Esse item está em primeiro lugar, muito cuidado com o motor da motocicleta.

Seu cliente deve ficar atento ao prazo em que fez a última troca e a quilometragem rodada e recomendada pelo tipo de lubrificante usado.

De forma geral, os motores das motos são mais exigidos no trânsito do que os dos carros.

Mas, o que fazer se o nível do óleo baixar?

Fique de olho: os motores das motos gastam pouco óleo.

Se baixar demais, é sinal de problema e oportunidade de manutenção para sua oficina. 

Oriente-os a observar com atenção o chão da garagem. Não ignorar o problema, pois a tendência é sempre piorar.

Se tiver vazamento, umas das hipóteses é trocar as juntas desgastadas.

Atenção para a Regulagem de Freios e Embreagem

Muitos motociclistas “exageram” na dose no uso da embreagem, e usam pouco a posição neutra da marcha em sinais ou paradas rápidas. Isso acelera o desgaste do conjunto, inclusive os cabos.

A regulagem de freios (pastilhas ou lonas) é outro item negligenciado pelos motociclistas. 

Sempre analise esses itens, em qualquer tipo de serviço que seu cliente fizer em sua oficina. No mínimo, a troca do fluido de freio será necessário.

Mantenha os Pneus Calibrados

Tome cuidado redobrado com os pneus da moto.

Calibre os pneus segundo as recomendações do fabricante.

Se o pneu está muito murcho, a chance de ele furar aumenta consideravelmente.

Atualmente, existem diversas opções de fluidos especiais para aplicar nos pneus, visando evitar que eles esvaziem por pequenos furos no trânsito ou em viagens. 

Pode ser uma oportunidade de venda adicional, sempre que fizer alguma manutenção ou troca de pneus.

Verifique os Amortecedores

O conjunto de suspensão da moto, seja dianteiro ou traseiro, são itens que possuem prazo de validade, ou seja, eles precisam ser trocados de tempos em tempos.

Poucos motociclistas entendem que esses também são itens de desgaste e podem ser muito perigosos para o equilíbrio da moto durante a pilotagem, principalmente em curvas e frenagens. 

Fique atento a vazamentos dos retentores, desgaste de molas, e regulagens dos sistemas.

Verifique o Uso de Gasolina Adulterada

Oriente bem o seu cliente quanto ao tipo e qualidade da gasolina utilizada.

Os sistemas de carburação ou injeção eletrônica das motos são bem mais sensíveis do que os de automóveis.

A injeção eletrônica já deixou de ser novidade nas motocicletas há algum tempo e, hoje, domina o mercado de veículos novos. Isso faz com que a demanda pela manutenção desse sistema seja grande, tornando o scanner uma ferramenta simplesmente indispensável em qualquer oficina de motos.

Afinal, ele é o único equipamento que permite ao mecânico identificar os problemas de funcionamento do sistema de injeção eletrônica, fornecendo um diagnóstico preciso para que o reparo de eventuais falhas possa ser realizado rapidamente. 

Se sua oficina ou loja ainda não trabalha com esse item, considere urgentemente realizar esse investimento, além de promover treinamento para sua equipe.

Manutenção e Ajuste do Kit Relação

A função corrente ou correia é transmitir o torque, ou seja, ela leva a força do motor até as rodas.

Lubrificação adequada, regulagem da folga conforme especificações e observações de desgaste são fundamentais.

Recomenda-se o lubrificante óleo do tipo 90.

Não Esqueça da Bateria

Outro item de que você deve cuidar muito bem é a bateria.

Por ter um valor agregado alto, a bateria precisa de cuidados especiais em sua loja:

  • Condições de estocagem;
  • Equipamento para teste e recarga;
  • Preenchimento do formulário de garantia no momento da venda;
  • Teste do sistema elétrico da moto;
  • Manter boa parceria com seu fornecedor para treinamento e reposição de garantias.

Lembre-se: a falha na bateria da moto é um problema que vai incomodar bastante o seu cliente, pois ele vai precisar dela a todo momento para pilotar sua moto – e, quando ela não funcionar, é de você que ele irá lembrar, e não do fabricante da peça. 

Portanto, teste sempre todo o sistema e tenha sua documentação, garantias e processos de acordo com as orientações técnicas de fábrica.

Por último, manter o controle com um cadastro e o histórico de trocas e manutenções de seus clientes pode ser um diferencial de atendimento e uma oportunidade de gerar vendas através de mensagens e lembretes para trocas ou promoções para um check list gratuito.

Gostou das dicas? Continue acompanhando nosso Portal para muito mais conteúdos como esse! Compartilhe esse artigo e deixe abaixo seu comentário contando a sua experiência com fidelização de clientes!

 

Aplicativos de Delivery Aquecem Setor de Motopeças

delivery

Aplicativos de Delivery Aquecem Setor de Motopeças

Estabelecimentos passaram a investir mais nos serviços de entrega em domicílio durante a pandemia do Covid-19 para driblar a crise.

delivery

Em função das medidas preventivas, escolas, parques e shoppings foram obrigatoriamente fechados. Os únicos estabelecimentos com autorização para funcionar são farmácias, hospitais, supermercados e restaurantes.

A fim de tentar equilibrar a situação, os donos dos estabelecimentos que ainda funcionam passaram a investir mais nos serviços de entrega em domicílio. 

E é justamente no delivery que os profissionais entregadores têm investido os seus esforços para continuarem trabalhando e até mesmo fazerem uma reserva financeira, aproveitando a oportunidade de aumentarem seus ganhos. 

Segundo alguns motoboys cadastrados em aplicativos de entregas, a demanda aumentou consideravelmente e é a hora de aproveitar a grana extra. 

Incentivo dos Aplicativos

Os apps Rappi, Uber Eats e Ifood, em parceria com os restaurantes, têm oferecido cupons de desconto para estimular os pedidos online. Essas empresas também anunciaram assistência financeira caso algum trabalhador precise ficar em quarentena.

Para estimular ainda mais a entrega via delivery, os aplicativos colocaram a opção de entrega “sem contato físico”. Quando o cliente marca essa opção, o motoboy pode colocar o pedido na porta do cliente ao invés de entregar em mãos.

Para evitar o vírus, andar de moto é mais seguro do que andar de carro

Apesar de todos esses pontos positivos em relação ao setor de motos, os motociclistas devem continuar tendo cuidados de higiene. Recomenda-se que evitem contato com outras pessoas possivelmente infectadas e limpem o capacete com álcool 70%.

 

Produção de Motocicletas em Manaus cai 98% em Abril

covid-19

Produção de Motocicletas em Manaus cai 98% em Abril

Com a maioria das fábricas paralisadas como prevenção à pandemia da covid-19, somente 1.479 unidades saíram das linhas de montagem do Polo de Manaus no mês passado.

covid-19

A indústria brasileira de motocicletas registrou em abril 1.479 unidades produzidas, de acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo. Este volume representa queda de 98,6% quando comparado a março do presente ano (102.865 unidades).

“A produção do segmento ficou praticamente estagnada em abril, já que 70% das fábricas de motocicletas paralisaram suas atividades produtivas como medida de prevenção e segurança de seus colaboradores diante da pandemia da covid-19”, explica Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Apesar da paralização na produção no mês de abril, no acumulado do primeiro quadrimestre foram fabricadas 297.589 motocicletas, redução de apenas 19 % na comparação com o mesmo período de 2019. Isso mostra que estávamos com um desempenho superior 7,5% no primeiro trimestre.

No início de maio, metade do total de fábricas de motocicletas instaladas no Polo Industrial de Manaus – PIM já haviam voltado a funcionar com adoção de medidas preventivas para a segurança dos colaboradores, tais como medição de temperatura na entrada, alteração do layout produtivo de forma a ampliar o espaço físico entre os trabalhadores, mudanças no sistema de ônibus fretado para assegurar o distanciamento entre os passageiros, fornecimento de máscara de proteção e álcool em gel 70% e outras. Além disso, todas contam com ambulatório médico pronto para prestar qualquer tipo de atendimento aos colaboradores.

Fermanian alerta que devido ao cenário atual as projeções para 2020 do segmento de motocicletas serão revistas. “Não resta dúvida que os resultados do segmento serão impactados pela pandemia da covid-19. Por isso, iniciaremos agora um processo de revisão dos números.”

O presidente da Abraciclo também chama atenção para a situação das fabricantes do segmento, bem como de seus parceiros do varejo, que sentiram fortemente a súbita paralisação das atividades de um modo geral e necessitam do apoio de medidas governamentais que aliviem as dificuldades de caixa das empresas.

Fermanian acrescenta que “o segmento de motocicletas precisa que a interface no varejo volte a funcionar plenamente, considerando-se, obviamente, os cuidados de prevenção necessários como uso de máscaras, distanciamento físico e higienização das mãos com álcool em gel, além da adoção de entregas e serviços específicos com hora marcada”.

Nossa equipe do Portal acredita que os novos hábitos de pedidos por aplicativos de entrega, criados nesse período de quarentena, “fique em casa” , devem permanecer após a Pandemia, pois grande parte das empresas e consumidores teve que quebrar paradigmas e adotar novas formas de venda e compra entrando no mundo digital.

Mais valorizados e reconhecidos como “essenciais”, os profissionais da entrega e motoboys conquistaram um espaço de respeito na logística de vendas e deverão aquecer o mercado de motos, serviços de manutenção e revenda de motopeças. Aliás, nossas pesquisas com distribuidores e lojistas de peças, mostraram uma queda bem menor em suas receitas, em comparação com a economia em geral.

Deus abençoe nossos Heróis, “loucos, cachorros loucos, barulhentos, imprudentes” e destemidos que invadem os corredores de tráfego em nossas grandes cidades.

Temos certeza de que a sociedade irá ver com outros olhos, pelos retrovisores, esses heróis sem capa que arriscam suas vidas para entregar o que precisarmos de forma mais eficiente!