fbpx

Portal Methodus

10 Ações para Aumentar as Vendas no Dia dos Namorados

Namorados motociclistas

10 Ações para Aumentar as Vendas no Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados é uma das datas comemorativas mais importantes para o varejo anualmente. Descubra como potencializar suas vendas com 10 ações para colocar em prática agora mesmo.

Namorados motociclistas

Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes lojistas (CNDL), o dia dos namorados movimentou R$ 15,6 bilhões no varejo em 2019. Mais de 50% dos casais realizaram compras na data. 

As datas comemorativas são sempre muito importantes para o varejo, por isso, é essencial pensar em ações diferenciadas que chamem a atenção do público e diferenciem os seus produtos diante da concorrência, trazendo opções perfeitas para quem deseja presentear seu amado ou amada.

O Dia dos Namorados é uma dessas datas, e acontece no próximo dia 12 de junho

Se você não se programou com antecedência, não se preocupe, ainda dá tempo de criar estratégias para obter resultados extraordinários! 

Agora é o momento perfeito para você criar ações que gerem conexão com o público e expandam o alcance da sua loja, impulsionando as vendas. 

Lembrando que, em ocasiões como essa, quem compra não é quem vai utilizar o produto, e sim quem deseja presentear.

Para a sua loja de motopeças especificamente, o público-alvo nesse momento é composto por: namorados, namoradas, esposas e maridos dos seus clientes! 

E aí, você já pensou em como atrair o interesse desse público para a sua loja, para fazê-los considerar os seus produtos como as melhores opções de presente nesse Dia dos Namorados? 

Vamos te ajudar com isso agora, trazendo uma lista de 10 ações importantes que você pode fazer rapidamente e aumentar suas vendas no Dia dos Namorados! Confira. 

1) Dê sugestões de presentes para o Dia dos Namorados

casal de moto

Imagem: Divulgação

É muito comum surgir a dúvida sobre o que comprar nesse momento, inclusive, nessas datas, o Google registra um aumento impressionante na busca por termos como “o que dar de presente de dia dos namorados”.  

Com o seu público, não será diferente… Por isso, é importante você se antecipar e pensar em sugestões para presentes de dia dos namorados.

Por exemplo: que tal criar um kit especial de Dia dos Namorados, ou um combo com peças que se complementam? 

Você pode sugerir a compra de um capacete mais uma jaqueta, luva ou bota que combinem entre si, oferecendo um desconto exclusivo no kit e uma embalagem especial, mais elaborada… Use a criatividade!

Inclusive, você pode reservar um espaço na loja durante essa semana para expor os kits previamente montados, como sugestões para quem passar por lá, e, claro, postar também essas opções nas redes sociais.

Criando kits, você não só oferece uma sugestão diferenciada para o seu público, como também tem a chance de aumentar o ticket médio por cliente. 

O combo será um incentivo para que ele invista um pouco mais e compre mais itens por um preço vantajoso, ao invés de comprar itens isolados.  

Quando fizer isso, lembre-se de evidenciar o custo-benefício da aquisição. 

Outra ideia é oferecer um desconto progressivo por volume. Se for vender pela internet, você pode oferecer frete grátis acima de um valor “x”. 

Ótima chance para diminuir o estoque e aumentar os lucros, concorda? 

2) Faça uma decoração temática de Dia dos Namorados

Vitrine com caixotes de feira e luzinhas.

Imagem: Divulgação

Na semana de dia dos namorados, o amor está no ar! Mesmo quem ainda não comprou o presente para seu amado ou amada, está ciente de que precisará pensar nisso em breve… A decoração da sua loja pode ser um ótimo lembrete sobre essa pendência. 

Decore o ambiente da sua loja nesta semana com itens como balões de coração, adesivos temáticos, luzes românticas e rosas. 

Aqui, o importante é ser fiel ao tema “romance”, mas você pode criar a sua interpretação pessoal, pensando no que pode ser atrativo para o seu público e ao mesmo tempo combinar com a imagem da sua marca. 

Essa dica vale também (e principalmente) para a vitrine da sua loja. Esse é o momento de dar destaque àqueles produtos mais procurados pelo seu público.

Separe os produtos campeões de vendas, aqueles que estão na lista de desejos de todo mundo. 

Vale pensar em várias opções, desde os presentes com melhor custo-benefício, até aquele “presente-ostentação”.  

O que importa é organizar todos na vitrine de forma chamativa e fazendo referência clara à data especial!

Ah, e a decoração temática não se aplica somente à loja física e à vitrine… 

É muito importante também dar destaque à data comemorativa no seu site e nas redes sociais

Você pode deixar um banner no topo da sua página dando destaque às opções de presentes para Dia dos Namorados, trocar a capa da sua página no Facebook, e fazer posts durante a semana no Instagram com sugestões de presentes.

Tome o cuidado de fazer uma arte que remeta ao romantismo da ocasião!  

Separamos alguns banners com o tema Dia dos Namorados para você se inspirar: 

 

Previous
Next

3) Ofereça brindes e faça sorteios especiais para compras de Dia dos Namorados

Previous
Next

Imagens: Divulgação

Nessa época do ano, a concorrência é altíssima, não só entre os seus concorrentes diretos, mas com todos os nichos competindo entre si. 

Afinal, uma escolha de presente para o Dia dos Namorados pode variar entre incontáveis opções de produtos, desde uma caixa de bombons até uma camiseta ou um capacete! 

Por isso, tudo que você puder oferecer ao seu cliente como um diferencial para que ele opte pelo seu produto será um argumento a mais na hora de convencê-lo.

Oferecer brindes na hora da compra é uma ótima opção. Lembrando que o brinde não precisa ser necessariamente um item da sua loja, pode ser algo personalizado ou que remeta ao romantismo (como nos exemplos que trouxemos acima). 

Alguns exemplos são: porta-retrato para colocar uma foto do casal, caixa de chocolates, caneca com tema romântico… Enfim, as opções são muitas! 

Mais uma vez, você pode usar a criatividade e pensar em algo que possa atrair a atenção do cliente. 

O sorteio de Dia dos Namorados é outro meio incrível para atrair o público. Para isso, você pode utilizar chamadas como: 

—“Compre o seu presente de Dia dos Namorados em nossa loja e concorra a uma viagem para celebrar o amor!”

— “Presenteie seu amor com produtos da nossa loja e concorra a um jantar romântico.”

— “Vamos sortear “X [item de desejo do público]” entre os clientes que comprarem presentes para o Dia dos Namorados.”

Na hora da compra, o cliente preenche um cupom para concorrer, e pronto!  

4) Aposte em embalagens criativas e diferenciadas

Imagem: Divulgação

Um presente de dia dos namorados não pode ser embalado em qualquer embalagem! Certamente não na mesma embalagem que você colocaria um item comprado em um dia normal da sua loja.

Invista em embalagens diferenciadas para essa data. Papeis com estampas românticas, caixas com formato de coração, laços vistosos e chamativos.

Tudo para fazer os olhos da pessoa amada brilharem no momento da entrega do presente! 

Esses detalhes fazem toda a diferença para criar uma experiência positiva e fazer o cliente lembrar de você novamente em uma data comemorativa próxima.

Lembre-se de não limitar as embalagens por gênero. Se os seus clientes são homens em sua maioria, isso não impede que um homem queira presentear sua namorada ou esposa motociclista com um item da sua loja… E você precisa ter embalagens especiais para esse caso, também! 

5) Ofereça condições especiais de pagamento

promoção dia dos namorados

Sabemos que este ano de 2020 não está sendo fácil para muitas pessoas, que tiveram seus salários reduzidos ou mesmo se viram sem emprego de uma hora para a outra. 

Mesmo essas pessoas desejam ser capazes de presentear aquela pessoa especial no Dia dos Namorados. 

Uma condição de pagamento diferenciada pode ser o argumento perfeito para que ela acabe escolhendo um produto da sua loja para isso. 

Essas condições especiais podem ser um desconto progressivo, desconto na segunda peça ou opções diferenciadas de parcelamento, por exemplo! 

Se você costuma cobrar juros no parcelamento, que tal se programar para parcelar sem juros, ou em mais parcelas durante essa semana?

Essa ação pode, inclusive, incentivar quem está comprando a aproveitar a oportunidade e adquirir uma peça para si mesmo, da qual esteja necessitando.

6) Tenha um “canto instagramável” na sua loja

Previous
Next

Imagem: Divulgação

Você já ouviu falar no termo “instagramável”? Um local “instagramável” é aquele que fica “bem na foto”! 

Já reparou como as pessoas fazem fila para tirar fotos em uma parede bonita, em um painel decorado de uma festa, na frente de “jardins verticais”, etc.? Pois bem, isso acontece porque esses cenários são “instagramáveis”. 

Geralmente, lugares que contêm cenários assim costumam ter um alto número de fotos compartilhadas nas redes sociais. 

Se você providenciar um canto assim na sua loja para o Dia dos Namorados, os clientes vão se sentir atraídos para tirar fotos ali, e podem até mesmo retornar com seu amor para uma foto em casal.

Lembrando que para fazer isso você não precisa de muito… Use a criatividade e busque itens de fácil acesso como flores artificiais, adesivos, luzes, lâmpadas, caixotes de feira, revestimentos autocolantes, posters, quadrinhos, etc. 

Tenha em mente que, apesar do tema romântico, você pode adotar uma proposta mais “despojada”, para combinar com o perfil aventureiro dos motociclistas. Não se limite a clichês, use a sua imaginação!

Na galeria acima, separamos alguns exemplos de lugares considerados “instagramáveis” para você se inspirar!

7) Entre em contato com clientes que compraram na mesma época do ano passado

dia dos namorados

Antes de sair procurando novos consumidores para a sua loja, lembre-se de identificar na sua base de clientes atual aqueles que possam se interessar pelos presentes de Dia dos Namorados que a sua loja está oferecendo. 

Para isso, você pode entrar em contato pelos canais de comunicação, como SMS, Whats App (através de uma lista de transmissão, por exemplo), redes sociais e e-mail marketing.

A possibilidade de conversão em vendas é muito maior entre as pessoas que já são suas clientes. 

Então, ofereça um desconto especial para quem já comprou na sua loja, envie e-mails personalizados sugerindo itens similares aos que já foram comprados e faça novas sugestões que você acredita serem do “gosto” do cliente.

Esse atendimento personalizado e o fato de você ter registrado as compras anteriores, “memorizando” suas preferências, é um ponto positivo na hora da decisão e cria uma sensação de familiaridade, o que pode convencê-lo a comprar novamente com você!

8) Ofereça vale-presente

exemplo de vale-presente

Imagem: Divulgação

Por mais íntimas que duas pessoas sejam, sempre surge aquela dúvida na hora de escolher um presente… Será que o presenteado vai gostar da opção escolhida? 

Para isso, oferecer uma opção de vale-presente no Dia dos Namorados pode ser uma ótima solução! 

Um cartão de vale-presente descomplica essa escolha e é capaz de satisfazer todos os bolsos, pois você pode variar o preço dos cartões, se baseando no ticket médio de diferentes itens da sua loja – desde o mais acessível até o mais caro.

9) Aposte no atendimento personalizado

Casal motoqueiro

Como já citamos, ficar em dúvida na hora de escolher um presente é perfeitamente normal! 

Por isso, sempre que um cliente entrar em sua loja durante essa época do ano, treine seus vendedores para oferecer um atendimento personalizado, perguntando sobre o perfil da pessoa amada – qual moto possui, quais marcas costuma consumir, quais são as suas cores preferidas, etc.

Assim, o vendedor será capaz de direcionar os melhores produtos na loja para a necessidade daquele cliente em particular, mostrando as opções que considera serem mais acertadas para aquela ocasião! 

Além disso, a atenção especial costuma ser um grande diferencial na hora da venda, e os clientes sentem-se muito mais seguros para comprar e satisfeitos com a experiência vivenciada em seu estabelecimento.

Isso significa: maior chance de fidelização para compras futuras. Perfeito, não é mesmo?

10) Atenda em todas as plataformas disponíveis

Os avanços tecnológicos dos últimos anos, especialmente com a expansão das ferramentas de comunicação à distância dos últimos meses, exigem que as empresas estejam presentes em diversas plataformas de atendimento. 

Certifique-se de ter um canal de vendas não só por telefone, mas também por aplicativos como o WhatsApp Business, pois isso auxilia muito na comunicação com o cliente e na sua fidelização. 

O WhatsApp Business oferece inúmeros recursos a custo zero. A lista de transmissão permite enviar a mesma mensagem para até 256 contatos. 

Com esse recurso, você garante a atenção do cliente, que vai receber a mensagem diretamente em seu celular.

Além disso, esteja disponível também pelas redes sociais, caso algum cliente envie uma mensagem perguntando sobre algum produto ou promoção postado.

Canais como o “Direct Message” do Instagram e o “Inbox” do Facebook costumam ser muito bons para isso, também! 

Prepare-se para realizar o atendimento em tempo real sempre que possível, pois esse contato direto aumenta as chances de vendas e o nível de satisfação do cliente – ninguém gosta de esperar horas por uma resposta após se interessar por algum produto, não é? 

As chances desse cliente acabar desistindo por causa da demora e comprando o item de um concorrente são altas. 

 

Conclusão

Ainda que acessórios para motociclistas ou motopeças não sejam presentes “óbvios” de Dia dos Namorados, cada vez mais as pessoas estão aproveitando esses momentos para presentear aquela pessoa especial com itens úteis e necessários, ao invés de optarem por produtos que não terão muita utilidade.

Afinal, presentear alguém com um item de segurança, por exemplo, é um ato de amor e cuidado… E você pode reforçar isso nas suas ações de vendas! 

Que tal acrescentar nas suas campanhas algo do tipo “nesse Dia dos Namorados, invista na segurança do seu amor!” – e a seguir mostrar uma seleção especial de acessórios e vestuário que tenham essa finalidade?

As opções de ações que você pode colocar em prática para aumentar as vendas no Dia dos Namorados são muitas… Basta escolher qual delas se encaixa melhor com o seu momento atual e você acredita que possa ser mais popular entre a sua clientela. 

A única coisa que não dá para fazer é não fazer nada

E você, o que achou das dicas? Vai colocar alguma delas em prática esta semana, ou já tinha algo planejado? 

Conte para nós a sua experiência aqui embaixo nos comentários e não se esqueça de compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais. 

Até a próxima! 

Como Montar e Gerenciar uma Loja de Motopeças em 2020

Como Montar e Gerenciar uma Loja de Motopeças em 2020

Descubra as melhores práticas para iniciar um negócio no segmento de motopeças e para gerenciar sua loja com perspectiva de ótimos resultados.

Começar do jeito certo é o que faz com que qualquer negócio tenha uma base sólida, estável com ótimas perspectivas de retorno sobre os investimentos aplicados. Com uma loja de motopeças não seria diferente.

Abrir uma loja de motopeças requer que você dê atenção a algumas questões simples, porém fundamentais, que te ajudam a obter ótimos resultados desde o início. 

Mas, se você já está estabelecido com uma loja de motopeças e precisa melhorar sua gestão, as recomendações abaixo serão igualmente importantes.

Que pontos fundamentais são esses? É o que você verá a seguir em ‘Como montar e gerenciar uma loja de motopeças em 2020’. Continue lendo para descobrir!

Não entraremos no mérito sobre os conhecimentos e aptidões necessários para tornar-se um empresário e iniciar seu próprio negócio. As orientações a seguir são os primeiros passos para implementação de uma loja no segmento de motopeças.

Índice:

1. Definindo o negócio.

2. Localização e estrutura.

3. Gestão.

4. O marketing é a alma do negócio, sobretudo o marketing digital.

5. Mercadoria.

6. Fornecedores.

7. Funcionários.

8. Investimento e retorno.

 

1. Definindo o Negócio

Oficina de motos

Imagem da Internet.

Você oferecerá serviços ou só venderá peças? 

As duas opções demandam investimentos diferentes em estrutura, espaço e pessoal.

Definir se a empresa será uma oficina, um varejo de peças ou varejo com oficina é o primeiro passo para avaliar os investimentos e o local para instalação do negócio.

Para sua decisão considere os seguintes aspectos desse mercado:

• A agilidade e a mobilidade para esse segmento são fundamentais, portanto, ter um estrutura para fazer trocas rápidas será um diferencial para atendimento aos clientes.

• As pessoas precisam fazer manutenção periodicamente em suas motos e irão dar preferência para resolver tudo em um único local, comprando peças e serviços.

Nem todos optam por isso, e está tudo bem. 

Você pode decidir oferecer serviços conforme o seu negócio for amadurecendo, ou mesmo decidir descartar essa possibilidade. O importante é definir como será o seu negócio.

Dica de ouro: Saiba tudo sobre o seu produto. Seja um expert cada vez mais capacitado dentro do segmento de motopeças. Isso lhe trará autoridade e solidificará a imagem da sua empresa como referência no mercado.

 

2. Localização e estrutura

Imagem da Internet.

Independentemente se você optou por consertar motos ou não, conforme dissemos anteriormente, é indicado que tenha uma oficina para realizar a troca das peças, mesmo que seja um parceiro próximo ao ponto escolhido. 

Assim como usamos um provador para experimentar roupas, com uma moto não é diferente. 

Se isso for viável para a sua empresa, tenha certeza de que o seu cliente verá isso como um diferencial positivo e se sentirá melhor atendido.

Outros fatores importantes são:

• Buscar um local de fácil acesso.

• Pesquisar as lojas concorrentes na região escolhida.

• Oferecer um estacionamento no local, ou próximo.

• Escolher uma decoração que combine com o estilo da sua marca.

 
 

3. Gestão

Gestão de uma loja de motopeças

Imagem da Internet.

A gestão é uma das partes mais importantes quando o assunto é criar e manter um negócio sustentável e saudável.

Por mais simples que pareça a administração de uma loja, existem processos essenciais que precisam ser acompanhados para garantir sua integridade e rentabilidade. 

Considere os 4 pilares a seguir, que darão sustentação à empresa:

I) Controle de estoque:

a. Definir a linha de produtos.

b. Cadastrar todos os itens, com codificação interna e localização.

c. Adotar um critério de reposição, evitando faltas ou estoques excedentes.

d. Registrar todas as movimentações com entradas e saídas de mercadorias.

e. Fazer inventários periódicos. 

 

II) Compras:

a. Ter variedade de produtos é fundamental nesse segmento.

b. Fazer parceria com um distribuidor de motopeças com entrega rápida é a melhor estratégia para evitar falta de produtos.

c. Priorizar variedade e não ter muito estoque de poucos itens é o ideal.

d. Evitar atraso de pagamentos aos seus fornecedores para manter seu crédito e aumentar seus limites de compras.

e. Cuidado com a precificação (definição do preço de venda), registre sempre no sistema o custo de cada item e respectiva margem.

 

III) Controle de Caixa:

a. Abertura e fechamento de caixa diariamente.

b. Controle de recebimentos por modalidade de pagamento (dinheiro, cartão, vale, etc).

c. Definir um único responsável pelas movimentações de caixa.

d. Registrar pagamentos de despesas com os respectivos comprovantes.

e. Programar os pagamentos de fornecedores, evitando atrasos.

 

IV) Atendimento aos clientes:

a. Formar e manter equipe com conhecimento de peças e aplicações.

b. Ter um sistema de balcão que facilite a pesquisa de estoque e dos produtos .

c. Criar um ambiente de fácil acesso para o cliente, com conforto e simplicidade no atendimento.

d. Fazer o registro dos clientes para elaborar estratégias de fidelização e acompanhamento de suas compras.

e. Se tiver espaço, criar uma área para serviços de aplicação para trocas rápidas.

 

Além desses pontos que exigem uma atenção no seu gerenciamento, controlando recursos e pessoas, precisamos levar em conta a importância das exigências legais:

·   Burocracia: Tudo deve estar de acordo com a lei. Fique atento às exigências de seu Estado/ município para garantir as licenças de funcionamento, emissão de cupom fiscal, declarações e impostos.

 

·  Software de gestão: É necessário ter um controle de tudo o que acontece na loja para que nada saia do controle: finanças, controle de pagamentos, pedidos, estoque, carga horária de funcionários, etc. Ter um sistema de controle é essencial!

 

· Gestão contábil: Um contador pode te auxiliar tanto com as questões burocráticas quanto com as questões financeiras. Tenha sempre um contador de confiança por perto caso precise contratá-lo.

 

 

4. O marketing é a alma do negócio, sobretudo o marketing digital

Estratégia de marketing digital para loja de motopeças

Imagem da Internet.

Conheça seu público, busque saber como melhor atendê-lo, faça um marketing eficiente e tudo ficará mais simples. 

Se for trabalhar com varejo, faça um levantamento de oficinas, frotistas e tele-entregas em sua região de atuação, distribuindo folders e fazendo promoções.

Mas não se limite somente ao marketing convencional ou offline. Estude melhor sobre marketing digital, canais digitais de distribuição de conteúdo e esteja onde seu cliente estiver: e a grande maioria está na internet!

Caso precise de ajuda com o seu planejamento de marketing digital, opte por contratar uma agência especializada, que possa desenvolver uma estratégia multicanais, fazer um estudo do seu cliente e descobrir como impactá-lo com o máximo de eficiência.

 

5. Mercadoria

Precisa-se de profissionais para o setor de motopeças

Imagem da Internet.

Com quais mercadorias você pretende trabalhar? 

Pode-se, ainda, trabalhar com várias partes diferentes, com uma variedade de itens. Para uma loja de motopeças, algumas opções viáveis são:

• Motopeças em geral;

• Óleo para motor;

• Capacetes e acessórios para motociclistas;

• Roupas para motociclistas;

• Adesivos;

• Lâmpadas para motos;

• Carenagem de motos;

• Baterias;

• Retrovisores;

• E muito mais.

 

6. Fornecedores

Fornecedores de motopeças

Os fornecedores não poderiam ficar de fora dessa lista. E no plural, pois você deve ter vários fornecedores diferentes, caso seja necessário efetuar uma troca e falte o estoque correspondente em um deles, por exemplo.

Duas dicas importantes antes de comprar:

• Pesquise distribuidores que possam atender seus pedidos com maior agilidade e preços competitivos – proponha uma parceria para concentrar suas compras e obter vantagens.

• Comprar direto da fábrica pode sair mais caro. Para avaliar o custo-benefício, analise as boas condições e garantias oferecidas.

 

7. Funcionários

Funcionários representam custos fixos e eventual passivo trabalhista, portanto, defina muito bem sua necessidade e o perfil das pessoas para cada função. 

Na hora de contratar, analise qualidades compatíveis com a função desejada, como conhecimento técnico e desenvoltura no atendimento aos clientes.

Aliás, atendimento é tudo. Quanto melhor a experiência do cliente, mais ele irá colocar dinheiro na sua empresa!

 

8. Investimento e retorno

faturamento de uma loja de motopeças

Na hora de criar um negócio, você deve estimar o seu retorno sobre o investimento (ou ROI) e estabelecer objetivos e metas, mas a realidade é que isso poderá variar bastante.

O retorno obtido dependerá de uma série de fatores, como: mercadoria, fornecedores, localização, investimento em marketing digital, número de funcionários, custos fixos e variáveis, ticket médio por venda, etc.

Independentemente disso, abrir uma loja de motopeças é um negócio extremamente rentável, principalmente no momento atual, em que a demanda de empresas por entregadores aumentou consideravelmente – o que aqueceu muito o nosso mercado.

As decisões estratégicas que você tomar no início da sua empresa podem fazer toda a diferença e determinar o seu sucesso ou fracasso – por isso, não subestime o poder de uma gestão eficiente!

Em termos monetários, em média você pode faturar entre R$ 18.000,00 e R$ 50.000,00 com uma empresa de motopeças de pequeno a médio porte – dito isso, lembre-se que o potencial de crescimento e escalabilidade do seu negócio depende apenas de você, do seu planejamento e da execução.

 

Obrigado por ler até aqui, esperamos que este artigo tenha ajudado na sua busca por informações sobre como abrir uma loja de motopeças!

Para mais informações sobre gestão empresarial para negócios de motopeças, entre em contato com a Methodus Consultoria clicando aqui.

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário. Todo comentário é muito importante para que possamos melhorar cada vez mais.

Até breve!

 

Sua loja de motopeças está preparada para atender o público feminino?

mulher de moto

Sua loja de motopeças está preparada para atender o público feminino?

Com a expansão do mercado de trabalho e aumento da renda, a mulher passou a ter destaque nas estratégias de marketing em todos os setores. 

mulheres motociclistas

Fonte: DENATRAN

Não é de hoje que os especialistas em marketing e vendas sugerem o foco no público feminino para atingir melhores resultados. Esses profissionais buscam, cada dia mais, compreender e atingir suas demandas específicas através de pesquisas. E isso não pode ser negligenciado em nosso setor de motopeças de forma alguma.

A mulher brasileira passa por um intenso processo de empoderamento e expansão financeira sem precedentes.  São chefes de família e desempenham cada vez mais papéis de liderança dentro das empresas de todos os tipos, pois o mercado aprecia a cultura e o comportamento característico às mulheres nas tomadas de decisões e no direcionamento de projetos e equipes. 

Elas também possuem mais anos de formação e qualificação profissional em relação aos homens, o que interfere em seus critérios de compra. É o público que mais tempo passa nas redes sociais e internet em geral – ainda mais se considerarmos o público feminino jovem.  

Estes dados são apenas uma amostra do quanto o público feminino é importante para movimentar a economia em geral, e não pode ser negligenciado por nenhuma empresa brasileira, independentemente do seu nicho de mercado. 

No mercado de motopeças, especificamente, temos a comprovação de que a cada ano aumentam os números de mulheres motociclistas no Brasil, como apontam os dados divulgados pelo DENATRAN em 2020. Segundo esses indicadores, as mulheres habilitadas para pilotar motocicletas já representam 23% do número total de condutores.

Nos últimos 10 anos, as corporações buscam compreender de forma estratégica como se comportam as mulheres diante das ofertas – o que as faz se decidir pela compra, o que mexe com o seu imaginário, qual o seu processo de escolha (preço, tempo de uso, qualidade, etc.).  

Todos esses aspectos devem ser observados na hora da escolha do seu mix de produtos e na criação de ações de vendas, para garantir que a oferta esteja à altura da demanda. Afinal de contas, você deve tomar as medidas necessárias para fidelização do público feminino antes da sua concorrência… E elas gostam de variedade com atendimento diferenciado!


As mulheres consumidoras em nichos historicamente masculinos

mulher de moto

Essa questão em particular foca no poder de consumo específico da mulher – é preciso entender o seu comportamento para oferecer produtos que atendam às suas expectativas e necessidades, com propagandas e campanhas que sejam assimiladas especificamente por este público.  

No mercado de motopeças, por exemplo, é comum ver ações de vendas e propagandas focadas exclusivamente no público masculino. O que as empresas não se dão conta é que: aquilo que atrai a atenção dos homens não é a mesma coisa que atrai o interesse da mulher… Ou seja, não há muito esforço por parte dos fabricantes e lojistas desse nicho para atrair e fidelizar o público feminino. 

Isso representa uma grande lacuna no setor, pois o número de mulheres motociclistas no Brasil aumenta mais a cada dia, como visto acima. Sem mencionar aquelas que andam na garupa e também precisam de acessórios de proteção estilizados à altura! 

Se antes alguns produtos tinham a ação estratégica voltada exclusivamente para os homens – como as propagandas de bebidas, carros e motos, por exemplo – a abordagem sexista caiu por terra, já que as mulheres crescem entre os consumidores de todos os segmentos, sem limitações. 

Isso indica a importância das estatísticas e pesquisas para entender o comportamento e o potencial de compra do público feminino, como diretrizes para que as empresas possam se atualizar e rever os próprios conceitos, apresentando estratégias para ampliar sua participação de mercado, buscando produtos e fornecedores alinhados com essa tendência.

O que é preciso analisar para adequar meu negócio a esse segmento?

mulher motoqueira

Imagem: Divulgação internet

O público feminino é um segmento bem específico e irá se expandir continuamente. Por isso, é importante conhecer a fundo o seu comportamento e os seus anseios, e ter em foco as seguintes premissas que determinam o seu direcionamento no mercado e garantem a fidelização da cliente:

  • Qualidade dos produtos e marcas confiáveis
  • Atendimento personalizado
  • Variedade no mix de produtos
  • Criatividade nas ações de vendas e propagandas
  • Espaço físico sem limitações de gênero


    Esses são apenas alguns conceitos que devem estar presentes nas ações de marketing.

    Vale lembrar que a mulher possui uma posição estratégica enquanto formadora de opinião: o seu aval está relacionado a diversos outros públicos, principalmente o masculino. 

Não é raro ver o seu cliente homem chegando à loja acompanhado da namorada ou esposa, certo? A sua impressão sobre os serviços e produtos conta, e muito!

Atualmente, como está a oferta de acessórios de motos para mulheres?

mulher em moto pcx

Imagem: Divulgação internet

Que o nosso mercado precisa evoluir no que diz respeito à oferta de produtos voltados ao público feminino, tanto em variedade quanto nas ações de vendas e propagandas, é certo! Mas, o que observamos atualmente sobre isso? A demanda aumentou… Será que as empresas estão atentas a essa tendência?

O que temos visto é que houve um aumento, sim, por parte da oferta de produtos específicos para o público feminino no nosso nicho, porém, nada perto do que a demanda representa! 

Inclusive, uma boa estratégia para lojistas é buscar valorizar as mulheres enquanto ainda andam na garupa, pois a tendência de se manterem fiéis à sua loja ou marca após se tornarem pilotos é altíssima.

Isso porque existe um movimento natural que faz com que as mulheres adquiram um maior interesse e gosto por motocicletas após acompanhar seus parceiros em viagens e passeios, vindo a se tornarem pilotos posteriormente.

Vestuário e acessórios para motociclistas mulheres

mulher motociclista

O principal produto que apresenta opções com estilos diferentes e maior variação para mulheres é o capacete. São vários modelos com desenhos e cores pensados especialmente para as motociclistas mulheres – nesse quesito, o lilás e o rosa costumam agradar bastante! 

 A jaqueta é outro produto muito procurado pelas mulheres, pois os modelos femininos possuem um corte diferenciado para valorizar a silhueta. As cores variam entre as mais clássicas e as mais ousadas, como vermelho e azul. Apesar do mercado brasileiro apresentar algumas opções, as fabricadas no exterior costumam ser diferenciadas e também chamam a atenção.

No vestuário, dois produtos que ainda deixam a desejar em termos de atratividade para o público feminino são as calças e as botas para mulheres motociclistas. As calças de proteção, em particular, não costumam valorizar o corpo, o que faz com que as mulheres optem por calças em tecido comum, aumentando seu risco e exposição a danos em caso de quedas.

As botas decepcionam ainda no quesito cores e variedade, pois a maioria segue um “estilo comum” na cor preta e não possuem salto, o que não costuma atrair o interesse das mulheres!  

As capas de chuva, por sua vez, apresentam variedade nas cores, mas quando o assunto é conjunto (calça e jaqueta), as opções caem consideravelmente. 

Segundo levantamento realizado por Amanda Pagliari, colunista do site Mulheres de Moto,  “a principal queixa das mulheres é pela falta de opções de modelos”. A variação de modelos é muito importante, ou seja, não basta ter no estoque apenas um modelo disponível, mesmo que em diversas cores. 

Ela ainda constatou que, no mix de produtos dos lojistas em geral, os produtos campeões em queixas são as luvas, que apresentam pouca opção de marcas, modelos e cores.

Conclusão: espaço para melhorias!

Como vimos no artigo de hoje, o mercado de motopeças, vestuário e acessórios para mulheres motociclistas vem trazendo algumas novidades e apresentando melhorias para atender ao público feminino ao longo dos últimos anos, porém ainda existe muito espaço para sofisticar o atendimento para esse segmento! 

Pensar em ações estratégicas de vendas e buscar enriquecer seu mix de produtos com peças e acessórios atrativos para as mulheres não é apenas uma maneira de manter-se atual nas tendências e indicadores… Significa também pensar no fortalecimento do seu negócio e no aumento dos seus resultados.

Para os fabricantes, é essencial usar a criatividade e manter um olhar minucioso, direcionado para as tendências de moda e estilo, visando aliar conforto e segurança sem deixar a feminilidade de lado.

Pare agora e pense por um minuto: quanto você e sua marca ou loja valorizam o público feminino em suas decisões estratégicas? O seu espaço é preparado e adaptado para atender mulheres motociclistas com o diferencial necessário a esse segmento? 

Uma coisa é certa, se você não se atentar para esse segmento de consumidores que cresce mais e mais a cada dia, alguém vai tomar uma atitude antes que você! Posicione-se enquanto ainda há tempo para apresentar essas mudanças como um “diferencial” no mercado… Em breve não haverá mais essa opção! 

Deixe aqui nos comentários sua opinião sobre o assunto… O que você tem observado no dia a dia em relação à demanda por produtos voltados ao público feminino? Queremos conhecer seu ponto de vista

Continue navegando pelos conteúdos do Portal Methodus – O Mundo das Motopeças para muito mais insights e dicas importantes para o seu negócio de motopeças

Infográfico: o que esperar do mercado pós-pandemia?

mercado pós-pandemia

Infográfico: o que esperar do mercado pós-pandemia?

Descubra quais são as tendências para os negócios após o fim da pandemia do Covid-19.

Que o mundo nunca mais será o mesmo após o fim da pandemia do Covid-19, ou coronavírus, não é surpresa para ninguém! Mas, você já parou para pensar em quais serão os principais aspectos de mudança na sociedade, e, principalmente nos negócios?

Em colaboração com o Portal Methodus, Antônio Menezes, da Stylu, elaborou um infográfico onde relaciona quais tópicos merecem atenção nos negócios pós-pandemia a seu ver, trazendo reflexão sobre o tema. 

Dentre eles, estão: home office como tendência definitiva de trabalho, a forma como os dados e informações são capturados, armazenados e processados, novos modelos de negócio, atenção especial a crenças e valores corporativos, mudanças nos hábitos de consumo, reconfiguração dos espaços de trabalho, valorização e novas formas de serviços com delivery, experiências culturais voltadas para o universo virtual, comodidade de morar perto do trabalho como prioridade, e o aumento da demanda por educação à distância. 

Para ver as informações completas, confira o infográfico: 


Infográfico que mostra as tendências do mercado pós-pandemia

O compartilhamento do material produzido por Antônio Menezes vai ao encontro da nossa intenção de tornar o Portal Methodus um espaço colaborativo para que a nossa comunidade possa se conectar através de informações e conteúdos relevantes para o setor como um todo. Em breve teremos novidades sobre esse “canal”!

E você? O que achou das tendências para o mercado pós-pandemia? Qual dos aspectos citados no infográfico é mais importante, pelo seu ponto de vista? Queremos muito saber a sua opinião! Deixe seu comentário abaixo e compartilhe esse post nas suas redes sociais. 

Continue navegando pelo Mundo das Motopeças para ver muito mais conteúdos de valor para o mercado de motopeças! E lembre-se de clicar no botão “Pesquisa de Interesse” na barra superior para nos contar sobre o que você deseja ver por aqui. 

Até a próxima!

 

Fidelizando seu Cliente: Como Evitar Problemas Básicos na Moto

problemas na moto

Fidelizando seu Cliente: Como Evitar Problemas Básicos na Moto

A revisão frequente da moto é fundamental para evitar grandes despesas de manutenção para seu cliente, e uma excelente oportunidade de fidelização.

problemas na moto

A manutenção preventiva deve ser vista como um investimento na fidelização de seu cliente, pois demonstra sua preocupação em evitar que ele fique sem moto nas horas em que mais precisa.

Muitos donos de motos cometem erros banais todos os dias que acabam por gerar problemas em médio prazo ou longo prazo.

Imagine criar um banner para sua loja ou oficina sugerindo esses cuidados básicos, ou até mesmo criando um sistema de revisão gratuita e agendada. Com certeza alguma troca necessária ou preventiva irá gerar receita de serviços e peças.

Enquanto a moto é verificada, ele terá tempo para olhar acessórios, capacetes, roupas e outros itens que entrarão em sua lista de futuras compras.

Procure criar um ambiente confortável, organizado e agradável para que ele aproveite sem pressa o tempo de espera. Café, água e banheiros limpos e uma boa conversa, são mínimas atenções que seus clientes merecem.

A seguir, confira sugestões de itens para verificação rápida!

Atenção ao Nível de Óleo

Esse item está em primeiro lugar, muito cuidado com o motor da motocicleta.

Seu cliente deve ficar atento ao prazo em que fez a última troca e a quilometragem rodada e recomendada pelo tipo de lubrificante usado.

De forma geral, os motores das motos são mais exigidos no trânsito do que os dos carros.

Mas, o que fazer se o nível do óleo baixar?

Fique de olho: os motores das motos gastam pouco óleo.

Se baixar demais, é sinal de problema e oportunidade de manutenção para sua oficina. 

Oriente-os a observar com atenção o chão da garagem. Não ignorar o problema, pois a tendência é sempre piorar.

Se tiver vazamento, umas das hipóteses é trocar as juntas desgastadas.

Atenção para a Regulagem de Freios e Embreagem

Muitos motociclistas “exageram” na dose no uso da embreagem, e usam pouco a posição neutra da marcha em sinais ou paradas rápidas. Isso acelera o desgaste do conjunto, inclusive os cabos.

A regulagem de freios (pastilhas ou lonas) é outro item negligenciado pelos motociclistas. 

Sempre analise esses itens, em qualquer tipo de serviço que seu cliente fizer em sua oficina. No mínimo, a troca do fluido de freio será necessário.

Mantenha os Pneus Calibrados

Tome cuidado redobrado com os pneus da moto.

Calibre os pneus segundo as recomendações do fabricante.

Se o pneu está muito murcho, a chance de ele furar aumenta consideravelmente.

Atualmente, existem diversas opções de fluidos especiais para aplicar nos pneus, visando evitar que eles esvaziem por pequenos furos no trânsito ou em viagens. 

Pode ser uma oportunidade de venda adicional, sempre que fizer alguma manutenção ou troca de pneus.

Verifique os Amortecedores

O conjunto de suspensão da moto, seja dianteiro ou traseiro, são itens que possuem prazo de validade, ou seja, eles precisam ser trocados de tempos em tempos.

Poucos motociclistas entendem que esses também são itens de desgaste e podem ser muito perigosos para o equilíbrio da moto durante a pilotagem, principalmente em curvas e frenagens. 

Fique atento a vazamentos dos retentores, desgaste de molas, e regulagens dos sistemas.

Verifique o Uso de Gasolina Adulterada

Oriente bem o seu cliente quanto ao tipo e qualidade da gasolina utilizada.

Os sistemas de carburação ou injeção eletrônica das motos são bem mais sensíveis do que os de automóveis.

A injeção eletrônica já deixou de ser novidade nas motocicletas há algum tempo e, hoje, domina o mercado de veículos novos. Isso faz com que a demanda pela manutenção desse sistema seja grande, tornando o scanner uma ferramenta simplesmente indispensável em qualquer oficina de motos.

Afinal, ele é o único equipamento que permite ao mecânico identificar os problemas de funcionamento do sistema de injeção eletrônica, fornecendo um diagnóstico preciso para que o reparo de eventuais falhas possa ser realizado rapidamente. 

Se sua oficina ou loja ainda não trabalha com esse item, considere urgentemente realizar esse investimento, além de promover treinamento para sua equipe.

Manutenção e Ajuste do Kit Relação

A função corrente ou correia é transmitir o torque, ou seja, ela leva a força do motor até as rodas.

Lubrificação adequada, regulagem da folga conforme especificações e observações de desgaste são fundamentais.

Recomenda-se o lubrificante óleo do tipo 90.

Não Esqueça da Bateria

Outro item de que você deve cuidar muito bem é a bateria.

Por ter um valor agregado alto, a bateria precisa de cuidados especiais em sua loja:

  • Condições de estocagem;
  • Equipamento para teste e recarga;
  • Preenchimento do formulário de garantia no momento da venda;
  • Teste do sistema elétrico da moto;
  • Manter boa parceria com seu fornecedor para treinamento e reposição de garantias.

Lembre-se: a falha na bateria da moto é um problema que vai incomodar bastante o seu cliente, pois ele vai precisar dela a todo momento para pilotar sua moto – e, quando ela não funcionar, é de você que ele irá lembrar, e não do fabricante da peça. 

Portanto, teste sempre todo o sistema e tenha sua documentação, garantias e processos de acordo com as orientações técnicas de fábrica.

Por último, manter o controle com um cadastro e o histórico de trocas e manutenções de seus clientes pode ser um diferencial de atendimento e uma oportunidade de gerar vendas através de mensagens e lembretes para trocas ou promoções para um check list gratuito.

Gostou das dicas? Continue acompanhando nosso Portal para muito mais conteúdos como esse! Compartilhe esse artigo e deixe abaixo seu comentário contando a sua experiência com fidelização de clientes!